Prometo que essa é a última para você


Acordei pensando em ti. De novo. Engraçado que, ao dormir, procuro pensar em tudo, menos em você. Dá certo, não vou mentir. Mas o primeiro rosto que vejo antes mesmo de abrir os olhos é o seu, a primeira palavra que vem em minha mente é o seu nome, a primeira sensação que sinto não é a vontade de voltar a dormir, mas a saudade que meu corpo tem do seu.. do seu toque, de sua risada, do som de sua voz.

Sinto sua falta, mais do que poderia pensar sentir, mas bem menos do que senti nas primeiras semanas. Confesso que achei que aquela falta de você ia me consumir. Eu, literalmente, senti meu coração se rasgar dentro de mim cada vez que constatava o quanto você não se importava em eu estar ali ou não.. Mas foi passando. Meio que já passou. Só que ainda tem um pouquinho aqui dentro, sabe? Consegue me entender? Eu te disse uma vez o quanto eu conseguia enjoar fácil das pessoas, mas esqueci de lhe dizer que não conseguia me distanciar daquelas da qual eu não enjoava. É, sou péssima em deixar que saiam de minha vida, não importa quão mal me faça. Penso sempre o lado positivo, deixo sempre uma brecha, uma porta entreaberta para o vento entrar, para caso queira voltar - e antes que pense em dizer: eu tenho completa noção de que as coisas não voltaram a ser como antes.

Sabe que tenho meus momentos de desabafos, e esse é um deles. Mais uma vez as palavras saem e eu nem sei em que ponto quero chegar, só quero dizer e dizer até que tudo seja despejado para fora de mim.
Quero que saiba que eu não vou falar mais nada para você, nem sobre você. Não vou mais te importunar alta madrugada dizendo o que sinto por você, afinal já esta cansado de saber; nem dizer o quão machucada eu fico com toda essa situação, com todas as expectativas jogadas no chão, com todos meus sentimentos expostos desse jeito; também não vou te ligar só para ouvir sua voz, não vou procurar migalhas de assuntos para que você continue em minha vida. Eu cheguei em um ponto que até nossas fotos eu rasguei, o presente que você me deu em algum canto eu joguei, e tudo que me lembra você eu tento evitar.

Esse é meu último texto sobre você. Para você.
Imponho novamente as barreiras ao meu redor, junto com o ponto final.
Um ponto que já deveria estar aqui.
As barreiras que eu não deveria ter deixado ir.
0 comentários

Eu queria você

Eu quis teu abraço, teu beijo, teu sorriso. Quis tuas risadas e tuas histórias malucas e engraçadas.
Eu quis suas loucuras, seu mau humor, suas grosserias e seu jeito de querer minha atenção.
Eu quis ler todo dia de manhã aquelas mensagens de bom dia nada carinhosas, mas sabendo que ali se encontrava teu jeito de demonstrar pensar em mim. Passar o dia inteiro falando com você, procurando cada migalhinha de assunto.

Eu desejei poder lhe apresentar a minha família, sem precisar ter medo de você ir embora depois.
Eu desejei poder mostrar a todos os meus amigos o quão feliz você me fazia.

Eu quis que a gente tivesse tudo. Tudo isso que não tive coragem de me deixar ter com alguém. Com você eu não teria medo algum, eu senti que, "clichemente", eu me entregaria a você de todas as formas.. meus pensamentos, meus sentimentos, meu corpo, meu coração.
Eu quis você se sentisse da mesma forma.
Eu queria você.
0 comentários

Deixa

E deixa que eu calo meu ciúmes
Deixa que eu calo minha vontade
Deixa que eu calo a saudade
Deixa que eu me calo

E as poucos de mim você não vai ouvir falar
Deixa que eu desfaço tudo que já foi feito

Deixa que eu me perco em minhas palavras
Que preencho minha mente com tudo e com nada
Mas não preencho de você
Deixa que nessas palavras perdidas
deixo você se perder de mim
0 comentários

Ponto final que tanto esperei.

 

E foi bom constatar que não dói, que não me falha o coração, não procuro falsas esperanças, falsas promessas, foi bom ver que não me preocupo mais com os finais alternativos de uma história que nunca foi fadada pra acontecer. Foi bom ver que hoje em dia sou mais madura, soube encarar de cabeça erguida, com um sorriso que não escondia nada (ao contrario de muitos que já dei ao falar sobre você), foi bom ter a noção que consegui tirar o melhor de tudo que passei e me tornar uma pessoa com convicções melhores. Sou mais segura, mais centrada. Foi bom constatar que não guardei rancor, que posso te ver e te abraçar e nada vai me abalar. Ter essa percepção mudou tudo. Enfim eu tive meu ponto final, agora posso te deixar ir, sem a expectativa de te encontrar em cada canto, cada bar, cada festa. Agora sei que foi bom o que aconteceu, o que não aconteceu, foi bom enquanto aconteceu, foi bom que tenha acontecido exatamente do jeito foi.
0 comentários

Bookaholic: alguém cancela minhas contas nesses sites com promoções?


Desde que comecei a blogar no mundo literário, eu nunca comprei tantos livros quanto compro atualmente que estou meio "fora" (ok, meio totalmente fora e tentando voltar). Já li muitos ebooks traduzidos por fãs, liberados de modo pirata na internet, pegava emprestado com alguém (raramente), ganhava em promoções (saudades dessa parte) e depois que fiquei muito dentro da blogosfera lia muito por parceria. Eu devia ter uns 14/16 anos e não fazia nada da vida, comprava livros quando meus pais deixavam e era sempre um na vida e outro na pós-vida, ou então no meu aniversário que me presentear com eles sempre foi o ideal.

Acontece que o que mais me fez deixar o blog de lado foi o trabalho. Comecei trabalhar no ano que fiz 18 anos e comecei a viver uma vida "fora da internet", se não era o trabalho me consumindo tempo, era uma saída aqui e ali com meus amigos. Então fui deixando o blog de lado, depois de outro lado e acabou que não tinha lado nenhum. Criei o "Vamos para o céu, então" para postar alguns textos e coisas aleatórias que nunca deixo de escrever, mas senti uma imensa saudade de toda essa vibe e resolvi tentar voltar, aqui estou com o Encantriz.

Bem, voltando ao assunto da postagem:
Submarino, Saraiva, Amazon (PRINCIPALMENTE) e tantos outros sites que recebo por e-mail com promoções de livros. Eu não consigo ver um "Leve X livros por *insira aqui um valor que você normalmente pagaria por um livro só*" que eu vou lá e, tananan, compro. Logo no começo eu tinha mais controle por que, apesar de o dinheiro ser meu, eu tinha que comprar no cartão de meu pai e nem sempre ele liberava; mas aí fiz um cartão na Submarino... que sempre tem promoção né?! Ou então nem precisa ser promoção, só ver aquele livro que eu queria e bem, ok, só mais um não faz mal. Resultado? Na minha fatura vem umas 8 contas só de livros, cada conta se referindo a 3 ou mais! Hahha, pois é.

Comecei comprando a coleção de A Mediadora e Vampire Academy <3. Depois livros avulsos que queria muito do tipo O Circo da Noite, Feita de Fumaça e Osso, continuação dos livros de Instrumentos Mortais, livros do John Green (resultando em eu ter as três versões de Quem é Você, Alasca) e etc e tal. Isso no Submarino, vou nem tentar listar os que fiz no Amazon que é sempre de 6 livros em diante. Consegui me controlar durante um tempo, aí AUMENTARAM MEU LIMITE *solta fogos* e eu estourei, com livros também e coisas de cabelo, só que com mais livros.

O resultado dessa aventura toda, é que eu tenho um monte de livros para ler e nenhum cantinho para falar sobre ele, por isso resolvi voltar com o Encantriz. O tempo que eu levava para ler um livro e depois pensar sobre ele, ao pensar eu já abria algum dos sites para procurar mais em promoções; agora depois de ler, virei para o blog falar sobre ele e acho que vai dar certo esta substituição haha! É isso aí.. voltarei logo, logo para ver se vai dar certo e enquanto não volto procurarei quem sofra do mesmo que eu para trocarmos experiência. Obrigada, tchau, passar bem, good bye hahha!
0 comentários